08/04/2015

(Papeando) Apaixone-se!

E aí galerinha, tudo bem? Hoje resolvi iniciar uma sequência de posts criando uma nova coluna no blog, chamada "(Papeando)", onde vou trazer textos meus (e, quem sabe, de outros colaboradores!) que publico em um outro blog que mantenho, embora não publique frequentemente (LineInsight). Hoje, trata-se do texto: Apaixone-se!
Espero que gostem :)

"Me apaixono pelo fato de estar apaixonada. Nada é mais apaixonante do que sentir um sentimento tão lindo e ansioso. Preenche o coração, os buracos na alma e oculta as chagas que outros deixaram em nós. Me apaixono por alguém com a mesma intensidade que gostaria de ser apaixonante: alta frequência, baixa confiança e alta magoabilidade. Me apaixono não somente pelas pessoas, mas, principalmente, pelo que o "estar apaixonada" me proporciona.
Sorrisos, autoabraços, carinhos na alma, poemas escritos, textos narrados, pensamentos livres. Estar apaixonada é realmente incrível. Às vezes, a pessoa não é tudo o que quero, mas o simples fato de estar querendo a pessoa, o sentimento de pré amor que nasce sem necessidade ou obrigação, torna a vida mais fácil de ser vivida.
Cada dia, cada hora, cada minuto tem um pouquinho de paixão. As lembranças de memórias que nunca existiram, na paixão, fazem sentido, preenchem nossos pensamentos com intensidade sem igual. Coração fica feliz e acha que está fazendo tudo ficar um pouquinho mais colorido. Será apaixonar-se algo comparável à estar enfeitiçado? Dane-se, que me enfeiticem mil vezes. Não me apaixono somente pelas pessoas, me apaixono por mim quando estou apaixonada pelos sentimentos que sinto pelas pessoas.
A maioria de nós, apaixona-se por vaidade. Quando a paixão acaba, vem um sentimento ruim de que poderia ter evitado tudo isso se não tivesse se apaixonado. Quando a pessoa não corresponde às nossas expectativas apaixonadamente apaixonantes, simplesmente nos sentimos enraivecidos e parece que tudo foi em vão. Posso dizer que foi mesmo, do ponto de vida físico e do mundo real. Mas no meu mundo, uma paixão vivida intensamente por mim, mesmo que sem outrém colaborando, vale muito mais do que uma paixonite correspondida facilmente.
Podem, mesmo, me chamar de maluca, de egoísta, de doida varrida. Mas eu gosto de viver os sentimentos, de descobrir as pessoas, de descobrir quem eu sou com as pessoas; de saber até que ponto posso chegar e onde posso ir com os meus sentimentos; a quem posso tocar ou influenciar. Apaixonar-se sozinho também é uma forma linda de paixão. Descobrimos melhor quem somos e no que podemos melhorar. É literalmente inspiração para viver. Apaixonar-se é realmente incrível!"

Espero que tenham gostado! Deixem sua opinião aqui embaixo nos comentários, porque quero saber se continuo postando, se vocês gostariam disso!

Beijos e até mais!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...